sábado, 3 de outubro de 2009

ESTUDO EM DESTAQUE: Você Já Fez a Maravilhosa Descoberta da Vida Cheia do Espírito?



"AQUI VOCÊ ENCONTRARÁ UMA VARIEDADE DE ESTUDOS BÍBLICOS"

Por: Dr. Willian R. Bright, Presidente-fundador da Cruzada Estudantil e Profissional para Cristo.

Cada dia pode ser uma aventura emocionante para o cristão que conhece a realidade de viver cheio do Espírito Santo e que vive constantemente, cada momento, sob Sua maravilhosa orientação.


A Bíblia diz que há três espécies de pessoas:

1. O Homem Natural
(aquele que ainda não recebeu a Cristo)

"O homem que não tem o Espírito não aceita as coisas que vêm do Espírito de Deus, pois lhe são loucura; e não é capaz de entendê-las, porque elas são discernidas espiritualmente" (1 Coríntios 2:14)

VIDA CONTROLADA PELO "EU"

O "EU" no centro da vida.

CRISTO do lado de fora da vida.

Ações e atitudes controladas pelo "EU" , resultando em discórdias e frustrações.


2. O Homem Espiritual
(aquele recebeu a Cristo e tem a sua vida dirigida pelo Espírito de Deus)

"O homem espiritual discerne todas as coisas" (1 Coríntios 2:15,16).

VIDA CONTROLADA POR CRISTO

CRISTO no centro da vida.

O "EU" fora do centro.

Ações a atitudes controladas por CRISTO, resultando em harmonia com o plano de Deus.


3. O Homem Carnal
(aquele que já recebeu a Cristo, mas vive em derrota, porque confia em seus próprios esforços para viver a vida cristã)

"Irmãos, não lhes pude falar como a espirituais, mas como a carnais, como a crianças em Cristo. Dei-lhes leite e não alimento sólido, pois vocês não estavam em condições para isso. De fato, vocês ainda não estão em condições, porque ainda são carnais. Pois, visto que há inveja e divisão entre vocês, não estão sendo carnais e agindo como mundanos? (1 Coríntios 3:1-3)

VIDA CONTROLADA PELO "EU"

O "EU" entronizado.

CRISTO destronado.

Ações e atitudes controladas pelo "EU", resultando em discórdias e frustrações.


1. Deus Providenciou para nós Uma Vida Cristã Frutífera e Abundante

Disse Jesus: "Eu vim para que tenham vida, e a tenham plenamente." (João10:10)
"Eu sou a videira; vocês são os ramos. Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; pois sem mim, vocês não podem fazer coisa alguma." (João 15:5)
"Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei." (Gálatas 5:22,23).
"Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra" (Atos 1:8)

O Homem Espiritual - Algumas características pessoais resultantes da sua confiança em Deus:

É Cristocêntrico
É dirigido pelo Espírito Santo
Conduz outros a Cristo
Possui vida efetiva de Oração
Conhece a Palavra de Deus
Confia em Deus
Obedece a Deus


À medida que o cristão vai confiando no Senhor em todos os detalhes da sua existência e segundo a sua maturidade em Cristo, essas características se manifestam em sua vida. Aquele que está apenas começando a compreender o ministério do Espírito Santo não deve desanimar, se não é tão frutífero como cristãos mais maturos que já experimentaram esta verdade por um período mais extenso.

Características de um salvo:

Amor
Alegria
Paz
Paciência
Bondade

Fifelidade
Mansidão
Domínio próprio


Por que a maior parte dos cristãos não está experimentando esta "vida abundante"?

2. O Homem Carnal não pode experimentar a vida cristã abundante e frutífera


O Homem carnal confia em seus próprios esforços para viver a vida cristã:

Ou ele não está informado a respeito do amor de Deus, seu perdão e poder ou se esqueceu deles (Romanos 5:8-10; Hebreus 10:1-25; 1 João 1; 1 João 2:1-3; 2 Pedro 1:9; Atos 1:8).

Tem uma experiência espiritual cheia de altos e baixos.

Não entende a si mesmo - deseja fazer o que é certo, mas não consegue.

Deixa de receber o poder do Espírito Santo para viver a vida cristã.
(1 Coríntios 3:1-3; Romanos 7:15-24; 8:7; Gálatas 5:16-18)

O Homem Carnal - Algumas ou todas as caracterísiticas seguintes identificam o cristão que não confia plenamente em Deus:

ignorância de sua herança espiritual
Incredulidade
Desobediência
Perda do amor para com Deus e com os outros
Vida pobre de oração
Falta de desejo de estudar a Bíblia


(A pessoa que se declara cristã mas continua na prática do pecado, deve compenetrar-se de que talvez não seja verdadeiramente cristã, de acordo com (1 João 2:3; 3:6, 9; Efésios 5:5). É necessário obter a certeza de que você é realmente um cristão.

Características que os não salvos apresentam:

Atitudes Legalistas
Pensamentos impuros
Ciúmes
Inveja
Preocupação
Desânimo
Espírito de Crítica
Frustração
Falta de Propósito na vida


A terceira verdade, nos oferece a única solução deste problema...

3. Jesus prometeu a vida abundante e frutífera como resultado da plenitude (controle e poder) do Espírito Santo


A vida cheia do Espírito é a vida dirigida por Cristo, pela qual Cristo vive sua vida em nós e através de nós, no poder do Espírito Santo (João 15).

Uma pessoa se torna cristã através do poder do Espírito Santo, conforme João 3:1-8. Desde o nascimento espiritual de novo o Espírito Santo permanentemente no cristão (João1:12; Colossenses 2:9, 10; João14:16,17). Embora o Espírito Santo habite em todos os cristãos, nem todos os cristãos são cheios (vivem sob o controle e poder) do Seu poder.

O Espírito Santo é a fonte da vida transbordante (João 7:37-39).

O Espírito Santo veio para glorificar a Cristo (João 16:1-15). Quando alguém é cheio do Espírito Santo, ele é um verdadeiro discípulo de Cristo.

Antes de ascender aos céus, Cristo prometeu enviar-nos o poder do Espirito Santo para nos capacitar a fim de sermos suas testemunhas (Atos 1:1-9).


Então, como alguém pode ser cheio do Espírito Santo?

4. Somos cheios do Espírito Santo pela fé; Podemos, então, experimentar a vida abundante e frutífera que Cristo prometeu a todo cristão


Você pode ser cheio do Espírito Santo agora mesmo, se você:

Desejar sinceramente ser controlado e fortalecido pelo Espírito Santo (Mateus 5:6; João 7:37-39).

Confessar os seus pecados. Pela fé agradeça a Deus o fato de lhe haver perdoado todos os pecado - passados, presentes e futuros - porque Cristo morreu por você (Colossenses 2:13-15; 1 João 1; 2:1-3; Hebreus10:1-17).

Apresente cada área de sua vida a Deus (Romanos 12:1-2).

Pela fé tome posse da plenitude do Espírito Santo, de acordo com:

1. Sua Ordem - Seja cheio do Espírito Santo. "E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito" (Efésios 5:18)

2. Sua Promessa - Ele responderá quando orarmos de acordo com Sua vontade. "E esta é a confiança que temos Nele, que, se perdirmos alguma coisa, segundo a sua vontade, ele nos ouve. E, se sabemos que ele nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que alcançamos as petições que lhe fizemos". (1 João 5:14,15)

A fé pode ser expressa através da oração…

Como orar com fé para ser cheio do Espírito Santo
Somos cheios do Espírito Santo pela fé. Entretanto, a verdadeira oração é um modo de expressar a sua fé. Sugerismo a seguinte oração:

"Querido Pai, eu preciso de Ti. Reconheço que tenho procurado dirigir a minha própria vida e como resultado, tenho pecado contra Ti. Te agradeço pelo perdão dos meus pecados através da morte de Cristo na cruz. Agora convido a Cristo para tomar novamente a direção da minha vida. Enche-me do teu Espírito como ordenastes que eu fosse cheio e como prometeste em Tua Palavra que farias se pedisse com fé. Peço isto no nome de Jesus. Como expressão da minha fé, agradeço-te agora por dirigir a minha vida e encher-me do teu Espírito Santo. Amém"

Esta oração expressa o desejo do seu coração ? Se é assim ore a Deus e confie em que Ele o encherá do Espírito Santo agora mesmo.

Como saber que você está cheio (sob o controle e poder) do Espírito Santo?

Você pediu a Deus que o enchesse do Espírito Santo ? Você sabe que está cheio do Espírito Santo agora? Baseado em que? (Na fidelidade do próprio Deus e Sua Palavra), (Hebreus 11:6; Romanos 14:22, 23.)

A nossa autoridade é a promessa da Palavra de Deus, a Bíblia, e não as nossas emoções . O cristão vive pela fé (confiança) na fidelidade de Deus e de Sua Palavra. O diagrama do trem, ilustra a relação entre fato (Deus e Sua Palavra), fé (nossa confiança em Deus e em Sua Palavra), e emoção (o resultado da nossa fé e obediência) (João 14:21).


A locomotiva correrá com o vagão ou sem ele. Entretanto, seria inútil o vagão tentar puxar a locomotiva. Da mesma forma, nós, como cristãos, não dependemos de sentimentos ou emoções, mas colocamos a nossa fé (confiança) na fidelidade de Deus e nas promessas de Sua Palavra.

Como andar no Espírito

A fé (confiança em Deus e em Suas Promessas) é o único meio pelo qual um cristão pode viver uma vida dirigida pelo Espírito Santo. À medida que você continua confiando em Cristo momento após momento:

Sua vida demonstrará mais e mais o fruto do Espírito (Gálatas 5:22, 23) e será cada vez mais transformado a imagem de Cristo (Romanos 12:2; 2 Coríntios 3:18).

Sua vida de oração e seu estudo da Palavra de Deus se tornarão mais significativos.

Você experimentará o Seu poder ao testemunhar (Atos 1:8).

Você estará preparado para o confronto espiritual contra o mundo (1 João 2:15-17); contra a carne (Gálatas 5:16-17); e contra satanás (1 Pedro 5:7-9; Efésios 6:10-13).

Você experimentará o poder de Deus para resistir a tentação e ao pecado (1 Coríntios 10:13; Filipenses 4:13; Efésios 1:19-23; 2 Timóteo 1:7; Romanos 6:1-16).
Respiração Espiritual


Pela fé você pode continuar a experimentar o amor de Deus e Seu perdão.


Se você percebe que algo em sua vida (atitudes ou ações) desagrada a Deus, mesmo que esteja andando com Ele e sinceramente deseje serví-lo, agradeça a Deus o perdão dos seus pecados - passados, presentes e futuros - mediante a morte de Cristo na cruz. Pela fé receba o amor e perdão de Deus e continue a ter comunhão com Ele.

Se você retomar o trono de sua vida através de algum pecado - o que é um ato definido de desobediência - respire espiritualmente.

Respiração Espiritual (exalando o que é impuro e inalando o que é puro) é um exercício de fé que permite a você continuar a experimentar o amor e o perdão de Deus.

1. Exale - confesse o pecado - reconheça que este pecado (ou pecados) é errado e desagrada a Deus e agradeça-lhe pelo seu perdão, de acordo com 1 João 1:9 e Hebreus 10:1-25. A confissão também envolve arrependimento - uma mudança de atitude que gera um mudança de ação.

2. Inale - submeta o controle de sua vida a Cristo e pela fé aproprie-se da plenitude do Espírito Santo. Confie em que agora Ele o dirige e fortalece de acordo com a ordem de Efésios 5:18, e a promessa de 1 João 5:14,15.


Se estes ensinos ajudaram você, por favor, compartilhe com outras pessoas.

Milhares de cópias do folheto, "Você já fez a maravilhosa descoberta da vida cheia do Espírito?" tem sido distribuídas nos principais idiomas do mundo. Como resultado, milhares de cristãos tem aprendido como experimentar o poder e o controle do Espírito Santo, momento após momento. A vida abundante que Cristo prometeu a eles, a qual estão agora experimentando, fez com que se tornassem mais efetivos em compartilhar a sua fé com os outros. Estas experiências tem confirmado o mandamento que Cristo deu aos seus discipulos para esperar até que eles fossem cheios do Espírito Santo antes de sair e levar ao mundo as boas novas do Seu amor e perdão. Muitos cristãos, quando aprendem sobre a vida cheia do Espírito Santo, querem compartilhar Cristo como um estilo de vida e ajudar a cumprir a Grande Comissão em nossa geração.


CRUZADA ESTUDANTIL E PROFISSIONAL PARA CRISTO

Desejamos que a mensagem contida neste folheto tenha a mais ampla distribuição possível. Por esta razão, este folheto poderá ser adquirido por qualquer indivíduo ou organização que deseje usá-lo. A Cruzada Estudantil e Profissional para Cristo é um movimento cristão inter-denominacional com ministérios nacionais em mais de 172 países, cobrindo 98% da população mundial.

Você pode comprar o folheto das "Quatro Leis Espirituais" e "Quem é Jesus", ou a fita de vídeo do "Filme Jesus" ou receber gratuitamente materiais sobre Jesus Cristo, no endereço abaixo:

Caixa Postal 41.582 Cep: 05422-970
São Paulo-SP, Brasil
Fone: 55 (0xx11) 5071.1326
e-mail: cepc@sti.com.br


___________________________________________________


ESTUDO PARA TREINAR NO DISCÍPULADO, ESTUDO BÍBLICO, MENSÁGEM E ACOMPANHAMENTO OS LÍDERES LOCAIS


Use este material para treinar líderes locais e para integrar
os novos convertidos

Lição 1

A Roda da Vida Cristã
Dr. Waylon Moore


A vida cheia do Espírito Santo, que tem Cristo no centro. O corpo exige certas coisas para viver e crescer: alimento, ar, descanso e exercício. Sem estas quatro coisas, em porções equilibradas, ele adoece e pode até morrer.

Espiritualmente também, certas coisas são necessárias, e em determinada ordem de prioridade, a fim de estarmos corretamente relacionados com Cristo, que é a nossa vida. Deus quer que seus filhos se desenvolvam e se tornem amadurecidos espiritualmente (Cl 1.28; Ef 4.13-15).

Usamos a ilustração da “Roda da Vida Cristã” para demonstrar que o crente deve viver neste mundo numa relação adequada com seu Senhor e com o próximo.

A “roda” representa o crente e sua vida (desenhe um círculo diante da classe).

Ele está em contato com o mundo (faça uma linha em redor do círculo já desenhado).

Está no mundo... não é do mundo (João 17.11,14).

Cada roda tem um eixo central. Este centro é fundamental ao seu funcionamento. Cada pessoa tem algo no centro de sua vida. Às vezes é o trabalho; outras vezes, a família, uma recreação, etc.

Para o crente que deseja viver uma vida abundante e vitoriosa, somente uma coisa pode estar no centro: Cristo (escreva CRISTO no centro da roda). O eixo é a alma de uma roda. Em torno dele, ela é montada e centrada; sobre ele, ela se apóia e se equilibra; dele, recebe impulso e direção.

A finalidade da roda é mover-se sempre para frente, na direçãopara a qual o eixo a impulsiona. Na vida do crente, só há progresso estável e contínuo quando Cristo está no centro. Quando Jesus não está no centro da vida, a carreira cristã é interrompida, e seu testemunho, anulado.

O crente foge do propósito para o qual Deus o criou e salvou. Duas coisas maravilhosas Deus faz com os que confiam em seu Filho. Por meio delas, é possível o crente ter uma qualidade de vida completamente diferente da que têm os outros do mundo.

Há, certamente, muitas outras coisas, mas essas duas mencionadas formam a base para o novo relacionamento do crente e para seu crescimento na graça.

Primeiro: Nós temos vida em Cristo (2 Co 5.17; Cl 2.6,9,10; dê as referências). Nossa vida está em Jesus. O Espírito nos colocou nessa extraordinária posição: em Cristo. Em momentos de dificuldades, de crise e tensões, que nos lembremos dessa verdade tão significativa!

Em segundo lugar: Cristo está em nós. Ele é a nossa vida, nosso eixo, está em nós. Fomos tomados, invadidos por Ele! Muitos textos bíblicos falam dessa admirável verdade: João 15.5; Filipenses 1.6; Gálatas 2.20; 2 Coríntios 3.5, etc.

A fonte da vida do crente é o próprio Senhor Jesus. Cristo em nós é uma verdade literal e atual. Vivendo em nós, o Salvador estabelece conosco uma união íntima profunda. “Permanecei em mim, e eu permanecerei em vós”; “Eu neles, e tu em mim” (João 15.4 e 17.23).

Vejamos, por exemplo, o que diz Paulo, em Filipenses 1.21. Ele não diz “Para mim o viver é imitar a Cristo”, nem “Para mim o viver é ter Cristo como meu ajudador”, ou “Para mim o viver é ser semelhante a Cristo”.

Ele afirma categórico: “Para mim o viver é Cristo!” Assim escreve C. G. Trumbull, em The Life Trat Wins (A Vida Vitoriosa): “O Senhor não quer que trabalhemos para ele, mas quer, antes, que deixemos que ele trabalhe através de nós, usando-nos como nós usamos um lápis para escrever; melhor seria, usando-nos como um dedo de sua mão.

Quando nossa vida não é apenas de Cristo, mas é Cristo, ela será uma vida de boa vontade e de serviço.”

A conexão entre o eixo e a roda é estabelecida por meio de raios. São eles que
transmitem à roda o impulso e a direção vindos do eixo.

Quais os raios que nos permitem relacionar nossa vida com Cristo? Há, pelo menos, quatro raios principais nesse relacionamento. (Desenhe os quatro raios e peça aos
alunos que mencionem as quatro coisas essenciais no desenvolvimento de um bebê).

Um bebezinho, no seu crescimento, precisa de comer, falar, andar e comunicar-se. Esses atos físicos correspondem, no terreno espiritual, a assimilar a Bíblia, orar, obedecer e testemunhar.

COMER - Mateus 4.4; 1 Pedro 2.2; Atos 2.42; Jeremias 15.16; 2 Timóteo 3.16,17; Colossenses 3.16.

Cada cristão precisa aprender a alimentar-se regularmente da Palavra de Deus. Ela é alimento espiritual. O bebê não sabe alimentar-se sozinho; precisa que alguém o alimente. Com o crescimento, ele aprende a tomar sozinho a sua alimentação, mas carece ainda de que outros a preparem. À medida que se desenvolve, vai aprendendo a preparar alimentos para si. Todavia, só quando atinge um grau mais alto de desenvolvimento é que se torna capaz de preparar e dar alimentação a outros.

Assim ocorre na esfera espiritual. Às vezes, acontece uma coisa estranha: alguns crentes passam diretamente da fase de receber para a fase de dar alimentos a outrem.

(Estabeleça uma comparação entre o fato de comermos todos os dias e a necessidade do estudo diário da Palavra de Deus.)

Participar de um banquete espiritual uma vez por semana, aos domingos, não é, de modo algum, suficiente para nutrir o filho de Deus. Ele precisa de alimento diário para as suas necessidades.

A Bíblia é o verdadeiro “supermercado espiritual”. Contém 31 mil versículos: são alimentos em conserva, empacotados e congelados. Há alimento adequado a cada necessidade: vitaminas, proteínas, sais minerais.

O crente deve desenvolver sua capacidade de selecionar seu próprio alimento, prepará-lo e comê-lo. Em decorrência, ele se capacitará também para preparar saborosas e suculentas refeições para outros.

FALAR – João 16.24; Mateus 21.22; Hebreus 4.15,16; 1 João 5.14,15; Salmos 66.18.

Falar com Deus em oração e comer a Palavra do Senhor são dois raios que se complementam. São os raios de potência passiva da roda; são os armazenadores de energia. Uma criança não nasce sabendo falar nem o aprende sozinha. Aprende ouvindo os outros. As crianças na fé aprendem a orar, ouvindo outros orarem e assimilando o espírito dessas orações. Deus deseja ardentemente comunicação conosco. Ele busca
quem O adore em oração (João 4.23). Há cinco tipos básicos de oração: adoração e louvor, agradecimento, intercessão, petição e confissão.(Insista na necessidade de cada um reservar diariamente um tempo a sós com Deus.)

ANDAR – João 14.21; 15.10; Hebreus 5.8,9; Gênesis 22.18; 2 Coríntios 5.7; Amós 3.3.

Aprendemos a andar fisicamente dando um passo de cada vez. Espiritualmente, andar é obedecer ao Senhor. Uma vida de obediência à vontade de Deus constitui-se de uma série de passos. Paulo usa a palavra andar para descrever a vida normal de um crente (Efésios 2.10; 4.1,17; 5.2,8,15). Andar é um ato normal numa criança em crescimento; anormal, trágico até, é ela não andar. A desobediência paralisa a vida cristã. A
submissão ao Espírito Santo, momento após momento, é que capacita o crente a andar correta e dignamente diante de Deus. “Para que possais andar de maneira digna do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda boa obra, e crescendo no conhecimento de Deus” (Cl 1.10).

COMUNICAR-SE – 1 João 1.3; 1 Pedro 3.15; Atos 1.8; Mateus 28.19,20; Atos 22.15.

O egoísmo e o egocentrismo arruínam a vida. A criança pequenina é egocêntrica; ela é o centro de seu pequeno universo. À medida que sua percepção se desenvolve, ela vai entendendo que tem relações e responsabilidades com os outros.

Da mesma forma acontece com o cristão. Com o crescimento espiritual, ele vai sentindo que precisa dar, comunicar e repartir. O testemunho é o seu caminho para isto. Pelo testemunho, ele vive altruisticamente e reparte com os outros sua possessão mais preciosa: a vida eterna em Cristo. Nós testemunhamos positiva ou negativamente por meio do que falamos e de como vivemos.

O testemunho é o transbordamento do nosso amor a Cristo. Obediência e testemunho são os raios de potência ativa; são os distribuidores da energia da roda. (O professor deve, a esta altura, mostrar a diferença entre o “evangelho” (1 Co 15.3,4), “um testemunho” (At 26.3-30) e o “ganhar almas” (Pv 11.30; Tiago 5.19,20).

Quando o Espírito usa um crente para trabalhar com uma pessoa até que esta se renda a Jesus, a isto se pode chamar “ganhar almas”. Os quatro raios dessa roda são interdependentes, e cada um, por sua vez, depende da energia tirada da Palavra de Deus.

Sem as reservas da Palavra e da oração, não haverá energia fluindo em obediência e
testemunho. Cada raio é indispensável. Se um deles se quebrar ou se deslocar, a marcha da roda se ressentirá tremendamente.

(O professor deve tirar um raio, depois outro, mostrando a inter-relação dos quatro e enfatizando que todos se tornam inúteis se não estiverem na posição exata, isto é, firmados no eixo, e cada um no seu lugar.) O Espírito Santo. Muitos perguntarão: Entre os raios desta roda não foi omitido o Espírito Santo? Não, porque o Espírito está em todos eles; está em cada fase ou aspecto da vida cristã e é indispensável a cada uma.

Os versos que damos a seguir mostram a relação que tem o Espírito Santo com cada parte da roda.

Na salvação – João 3.5,8

Em darmos a Cristo o primeiro lugar na vida – João 16.13,14

Em nos ensinar a Palavra de Deus – João 14.26

Na oração – Romanos 8.26,27

Na obediência – Gálatas 5.25

No testemunho – Atos 1.8

O Espírito Santo, o agente da salvação, é quem nos faz estar em Cristo. Desde o instante em que somos salvos, ele passa a viver em nós, fazendo de nós a sua casa terrestre (1 Co 6.19,20). Passamos a ser propriedade sua. Somos sua “base de operações”, através da qual ele apresenta o Senhor Jesus ao mundo.

Não há vida vitoriosa fora do seu controle constante. Somos admoestados pela Palavra: “Enchei-vos do Espírito”(Ef 5.18).

A palavra grega encher significa controlar. Ele é a pessoa que nos controla, quando, pela fé, a ele nos submetemos. O homem dominado e guiado pelo Espírito é sempre alguém em cuja vida todos os raios estão firmes e corretamente colocados. Em tal vida, evidentemente, é Cristo o centro.

Lição 2

O PLANO DE DEUS ATRAVÉS DE SUA VIDA
Waylon Moore

1. Por que Deus criou você? “Para sua glória”

– “Se alguém falar, fale segundo as palavras de Deus; se alguém administrar,
administre segundo o poder que Deus dá; para que em tudo Deus seja glorificado por Jesus Cristo, a quem pertence a glória e poder para todo sempre. Amém.” (1 Pedro 4.11)

– “Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra coisa, fazei tudo para a glória de Deus. Portai-vos de modo que não deis escândalos nem aos judeus, nem aos gregos, nem à igreja de Deus.” (1 Coríntios 10.31,32)

2. Como glorificar a Deus?

– “Aquele que oferece sacrifício de louvor me glorificará; e àquele que bem ordena o seu caminho eu mostrarei a salvação de Deus.” (Salmos 50.23)

– “Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.” (Mateus 5.16)

– “Nisto é glorificado o meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos.” (João 15.8)

– “Tendo o vosso viver honesto entre os gentios; para que, naquilo em que falam mal de vós, como de malfeitores, glorifiquem a Deus no dia da visitação, pelas boas obras que em vós se observa.” (1 Pedro 2.12)

– “E tudo quanto pedirdes em meu nome, eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.” (João 14.13)

– “ Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.” (1 Coríntios 6.19,20)

– “Digno és, Senhor, de receber glória, e honra, e poder; porque tu criaste todas as coisas, e por tua vontade são e foram criadas.” (Apocalipse 4.11)

3. Como podemos agradar a Deus?

– “Para que possas andar dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, em toda boa obra, e crescendo no conhecimento de Deus. Corroborados em toda a fortaleza, segundo a força de sua glória, em toda a paciência, e longanimidade com gozo.” (Colossenses 1.10,11)

– “Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação; que vos abstenhais da prostituição. Que cada um saiba possuir o seu vaso com honra e santificação.” (1 Tessalonicenses 4.3,4)

– “Ora, sem fé é impossível agradar a Deus; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.” (Hebreus 11.6)

– “Mas nós, que somos fortes, devemos suportar as fraquezas dos fracos e não agradar a nós mesmos. Portanto, cada um de nós agrade o seu próximo no que é bom para a edificação. Porque Cristo também não agradou a si mesmo, mas como está escrito: Sobre mim caíram as injúrias dos que te injuriavam.” (Romanos 15.1-3)

– “Louvarei o nome de Deus com cântico, e engrandecê-lo-ei com ações de graças. Isto será mais agradável ao Senhor do que o boi ou bezerro que tem pontas e unhas.” (Salmos 69.30,31)

4. Exemplo da reação de Jesus às pessoas - fé na caminhada diária

– “E disse-lhes: Por que sois tão tímidos? Ainda não tendes fé?” (Marcos 4.40). Jesus não viu nenhuma fé nos seus discípulos.

– Episódio de Jesus andando sobre o mar. “...Os discípulos, vendo-o caminhar sobre o mar, assustaram-se, dizendo: É um fantasma. E gritaram com medo. Jesus, porém, lhes falou logo, dizendo: Tende bom ânimo, sou eu, não temais. E respondeu-lhe Pedro, e disse: Senhor, se és tu, manda-me ir ter contigo por cima das águas. E ele disse: Vem. E Pedro, descendo do barco, andou sobre as águas. Mas, sentindo o vento forte, teve medo... logo Jesus, estendendo a mão, segurou-o, e disse-lhe: Homem de pouca fé, por que duvidaste?” (Mateus 14.22-31). Jesus viu pouca fé em Pedro.

– Episódio da mulher cananéia. “Disse Jesus: Eu não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa da Israel. Então ela o adorou, dizendo: Senhor, socorre-me. Ele, respondendo, disse: Não é bom tomar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos. Ela, contudo, replicou: Senhor, mas também os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus donos. Então, disse Jesus: Ó mulher, grande é a tua fé” (Mateus 15.22-28).

– O crente precisa amadurecer em Cristo para se tornar semelhante a Ele. “Para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente. Antes seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo” (Efésios 4.14,15).
O alvo da vida cristã não é o sucesso, mas o caráter de Cristo. As pessoas são vocacionadas por Deus para a realização do aperfeiçoamento dos crentes. O alvo de Deus para nós é a MATURIDADE. 2 Coríntios 4.7 diz: “Temos, porém, este tesouro em vaso de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós.”

Lição 3

COMPREENDENDO A PALAVRA DE DEUS
Waylon Moore


5. COMO COMPREENDER A PALAVRA DE DEUS

A – OUVIR Deus falar. “Portanto, qualquer que fizer a vontade de Deus, esse é meu irmão, e minha irmã, e minha mãe” (Marcos 3.35).

B – LER para crescer. “Persiste em ler, exortar e ensinar, até que eu vá” (1 Timóteo 4.13).

C – ESTUDAR a Palavra para mudar. “Ora, estes foram mais nobres do que os que estavam em Tessalônica, porque de bom grado receberam a palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim” (Atos 17.11).

D – MEMORIZAR para levar a todo lugar.

E – MEDITAR para aplicar. “Achadas as tuas palavras, logo as comi; as tuas palavras me foram gozo e alegria para o coração; pois pelo teu nome sou chamado, ó Senhor, Deus dos Exércitos” (Jeremias 15.16). “Antes tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite” (Salmos 1.2).

Algumas perguntas precisam ser feitas quando se está estudando a Palavra de Deus.

– Qual é a lição mais importante?

– O que este texto fala sobre Deus...Jesus?

– Este capítulo me dá:

– uma coisa para saber

– uma coisa para mudar

– uma coisa para fazer

– uma coisa para começar

ESQUEMA DA MÃO

A – Ouvir

B – Ler

C – Estudar

D – Memorizar

E – Meditar

“Toda a Escritura divinamente inspirada é proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra” (2 Timóteo 3.16,17).

Lição 4 - (Parte I)

COMO TER SEU TEMPO A SÓS COM DEUS
Pr. Thomas W. Akins
INTRODUÇÃO


É impossível ser um discípulo espiritual de Jesus Cristo a menos que você seja um pessoa de oração. Você deve estar determinado a ter seu tempo a sós com Deus como uma prioridade em sua vida, a fim de conhecê-lo e permanecer em seus caminhos produzindo muito fruto.

Você sabe quem você é realmente? Você é aquela pessoa que age normalmente quando ninguém está olhando para você? Quem é você na escuridão? Pense! Isto é você na realidade! Então, durante seu tempo a sós com Deus, ninguém está olhando para você, senão Deus.

Vamos observar oito aspectos de oração que você pode fazer durante o seu tempo a sós com Deus.

I. ADORAR A DEUS

A Bíblia diz, em Salmos 48.1: “Grande é o Senhor e mui digno de louvor...”. Salmos 34.1-3 diz: “Louvarei ao Senhor em todo o tempo; o seu louvor estará continuamente na minha boca. A minha alma se gloriará no Senhor; os mansos ouvirão e se alegrarão. Engrandecei ao Senhor comigo, e juntos exaltemos o seu nome.”

Nós louvamos a Deus nos cultos nas igrejas aos domingos. Mas, você louva a Deus em um tempo a sós com Ele entre segunda-feira e sábado?

A Bíblia diz, em Salmos 22.3: “Porém tu és santo, o que habitas entre os louvores de Israel.”

O que é adoração? Adoração é louvar a Deus pelo que Ele é. Gratidão é agradecer a Deus aquilo que Ele fez para nós. Adoração é louvar o caráter e os atributos de Deus.

Para adorar a Deus, biblicamente falando, o homem deve usar somente sua vontade e suas emoções. Não é errado expressar suas emoções no culto quando você está adorando ao Senhor. Dizer que isso é errado é a mesma coisa que dizer que alguém não pode usar sua mente ou sua vontade. Isto é absurdo! O homem tem um corpo, uma alma (sua mente,
vontade e emoções) e um espírito (1 Tessalonicenses 5.23).

Mas, há uma grande diferença entre emoção e emocionalismo. Emocionalismo é perder o controle de suas emoções. Se isto acontecer, o culto está fora dos limites da Bíblia.

A Bíblia não proíbe o uso de suas emoções no culto, mas ela é contrária ao emocionalismo. Como você pode adorar a Deus em seu tempo a sós com ele? Vou fazer
algumas sugestões.

1. Cante hinos a Deus usando o Cantor Cristão ou o Hinário para o Culto Cristão. Se você tem outras pessoas em seu quarto, pode ler mentalmente a letra do hino a Deus. Por exemplo: o hino 9 CC - “Santo” - é um grande hino de adoração.

Leia a primeira estrofe. Pare. Pense e medite no significado das palavras e louve a Deus, baseado nesta estrofe. Depois disto, leia a segunda estrofe e faça a mesma coisa. Faça isto até o final do hino. No índice por assuntos do Cantor Cristão, há uma lista de hinos de adoração.

2. Cante ou leia corinhos espirituais. A Bíblia diz, em Efésios 5.19,20: “Falando entre vós com salmos, hinos e cânticos espirituais; cantando e salmodiando ao Senhor em vosso coração.” Tenha a certeza de que o corinho espiritual é correto biblicamente. Em outras palavras, tenha certeza de que os corinhos espirituais que você usa não têm doutrinas falsas.

3. Leia as passagens e orações da Bíblia a Deus e personalize cada verso. Salmos 8.1 diz: “Ó Senhor, Senhor nosso, quão admirável é o teu nome em toda a terra, pois puseste a tua glória sobre os céus.”

Para personalizar este verso, você introduz o seu nome nele. Por exemplo: “Ó Senhor, Senhor ‘meu’, quão admirável é o teu nome em toda a terra, pois puseste a tua glória sobre os céus.” Leia cada versículo. Uma vez, como ele está escrito; depois, leia de novo e personalize o verso, para que você mesmo possa usar a Palavra de Deus e adorá-lo.

Alguns capítulos adequados são: Salmos 8, 9, 19, 24, 65, 92, 104, 139.

As orações de Jesus e do apóstolo Paulo e vários capítulos no livro de Apocalipse, entre eles o 4 e o 5, podem ser muito úteis. Pode-se também procurar a palavra “louvor” em uma Concordância bíblica.

O louvor é muito importante para o crescimento espiritual de nossas vidas. Leia Apocalipse 4 e 5 para entender o que vamos fazer no céu. Exercício: Use agora mesmo o Cantor Cristão ou um corinho espiritual e um verso para adorar em seu tempo a sós com Deus.

Lição 5 - (Parte II)

COMO TER SEU TEMPO A SÓS COM DEUS
Pr. Thomas W. Akins

II. CONFESSAR OS PECADOS


Eu não creio que você deva usar muito tempo em confissão. Se você cometer um pecado, creio que o Espírito Santo vai convencê-lo disto na hora. Quando Ele fala em sua consciência que você cometeu um pecado, você deve confessá-lo naquele momento. A Bíblia diz, em 1 João 1.9: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a injustiça.”

Mas durante seu tempo a sós com Deus, talvez Ele traga à sua mente pecados recentes; talvez uma atitude má contra alguém, raiva ou amargura. Neste caso, você deve confessar todos os pecados em seu coração.

III. AGRADECER A DEUS

A Bíblia diz, em Filipenses 4.6: “Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças.” Gratidão é agradecer a Deus suas ações. Por exemplo: “Agradeço ao
Senhor minha saúde, minha alimentação, meu emprego, etc.”

IV. OUVIR A VOZ DO SENHOR

A Bíblia diz, em Salmos 62.5: “Ó minha alma, espera somente em Deus, porque dele vem a minha esperança.” Salmos 46.10 diz: “Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus...”

Como você pode ouvir a voz do Senhor? Pessoalmente, eu nunca ouvi o Senhor falar em voz alta comigo, mas já ouvi a voz do Senhor muitas vezes em minha vida. Como? Deus usa principalmente duas coisas para falar com você diariamente: o Espírito Santo e a Sua Palavra. Romanos 10.17 diz: “De sorte que a fé vem pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.”

A Bíblia é uma carta amorosa de Deus para você. O desejo dEle é falar com você, cada dia, usando a Palavra e por meio do Espírito Santo. Gostaria de sugerir algumas maneiras para se ouvir a voz do Senhor.

1. Comece a ler um livro da Bíblia. Minha sugestão é começar pelo livro de Efésios.

2. Peça a Deus para mostrar-lhe uma verdade espiritual ou verdades espirituais em cada versículo ou cada parágrafo. Por exemplo, Efésios 1.1 diz: “Paulo, apóstolo de Jesus Cristo, pela vontade de Deus, aos santos que estão em Éfeso, e fiéis em Cristo Jesus.” Que verdades espirituais encontram-se aqui?

A. Paulo é um crente e um apóstolo de Jesus Cristo pela vontade de
Deus.

B. A palavra “santos” significa os crentes em Éfeso.

C. Estes crentes foram fiéis em Cristo Jesus.

3. Personalize cada verdade espiritual. Deus está falando com você por meio destas verdades. A Bíblia é uma carta de amor de Deus para você. Por exemplo: Deus está me dizendo três verdades neste verso:

A. Thomas, você é um discípulo de Jesus Cristo pela minha vontade.

B. Thomas, você é um santo em Belo Horizonte.

C. Thomas, gostaria que você fosse fiel em Cristo Jesus.

V. PARAFRASEAR A PALAVRA DE DEUS

Você pode utilizar um versículo para fazer sua oração. Por exemplo, usando Efésios: “Meu Pai, meu Deus, agradeço ao Senhor, porque me chamou para ser um discípulo de Jesus Cristo. Agradeço ao Senhor porque eu sou um santo do Senhor - uma pessoa separada pelo Senhor. Meu Pai, meu desejo é ser uma pessoa fiel a Cristo. Em nome de Jesus, Amém!

Depois que você fizer isto, leia o próximo verso e faça a mesma coisa. Exercício: Faça isso agora mesmo com seu grupo.

Lição 6 - (Parte III)

COMO TER SEU TEMPO A SÓS COM DEUS
Pr. Thomas W. Akins

VI. INTERCEDER


A Bíblia diz, em Efésios 6.18: “Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos.”

Intercessão é a oração por outras pessoas. Talvez você tenha uma página em branco no fim de sua Bíblia. Nesta página, dividida em colunas, ou num caderno, faça uma lista de pessoas por quem você pode orar a cada dia. Por exemplo: Escreva a palavra Diário. Sob essa palavra, aliste seu cônjuge, seus filhos, seu pai, sua mãe, seus irmãos, etc.

Na página ou coluna seguinte, escreva Domingo. Sob essa palavra, faça uma lista incluindo seu pastor, a esposa dele, seu professor da escola dominical e alunos de sua classe.

Na página ou na coluna seguinte, escreva Segunda-feira. Nessa lista, coloque os nomes das pessoas de sua família e seus amigos. Na página ou coluna seguinte, escreva Terça-feira. Nessa lista, ponha os nomes das pessoas perdidas.

Na página ou coluna seguinte, escreva Quarta-feira. Nessa lista, escreva os nomes dos missionários, líderes da Convenção e outros líderes em sua igreja.

Na página ou coluna seguinte, escreva Quinta-feira. Nessa lista, escreva os nomes dos governantes do país. 1 Timóteo 2.1,2 diz: “Admoesto-te, pois, antes de tudo, que se façam súplicas, orações, intercessões e ações de graças por todos os homens; pelos reis e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranqüila e sossegada, em toda a piedade e honestidade.”

Na página ou coluna seguinte, escreva Sexta-feira. Nessa lista, coloque os nomes das pessoas que estão afastadas da igreja e outras pessoas perdidas.

Na página ou coluna seguinte, escreva Sábado. Nessa lista, escreva os nomes das pessoas que são suas amigas, outros membros da igreja e vários projetos especiais em que sua igreja esteja envolvida. Se você fizer isto, poderá orar por muitas pessoas cada semana. Leia Romanos 16. Alguns pensam que este capítulo é uma lista de oração de Paulo pelos crentes em Roma.

Exercício: Agora mesmo, o pioneiro ajudará cada pessoa do grupo a
fazer listas de pessoas e países do mundo a cada dia.

Lição 7 - (Parte IV)

COMO TER SEU TEMPO A SÓS COM DEUS
Pr. Thomas W. Akins

VII. MEDITAR


A Bíblia diz, em Josué 1.8: “Não se aparte de tua boca o livro desta lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e então prudentemente te conduzirás.” Este verso diz que, se você meditar na Palavra de Deus dia e noite, Deus vai transformar sua vida. Romanos 8.29 diz que o propósito de Deus é transformá-lo conforme à imagem de Jesus Cristo.

O resultado disso é que você vai prosperar em seu caminho e experimentar sucesso em sua vida. Como você pode meditar na Palavra de Deus dia e noite?

Como você pode meditar na Palavra de Deus à noite, quando está dormindo? Faça o seguinte:

1. Escolha um versículo da Bíblia por semana.

2. Leia o versículo no contexto.

3. Peça a Deus para mostrar-lhe uma verdade espiritual neste versículo.

4. Personalize este versículo em uma oração.

5. Escreva o versículo num cartão incluindo a referência.

6. Durante o dia, leia este versículo várias vezes. Você poderá fazer isto
quando estiver em uma fila e durante o seu tempo a sós com Deus.

Faça isso pelo menos cinco vezes por dia.

7. A última coisa que você fará cada noite será ler este versículo, a fim de que ele entre em seu subconsciente. Exercício: Dê a cada pessoa do grupo um verso em um cartão e faça passar os ítens 1 a 7.

VIII. SUPLICAR

A Bíblia diz, em Hebreus 4.16: “Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno.”

Suplicar é fazer os próprios pedidos a Deus ( PARA VOCÊ OU PARA OUTROS).

Nenhum comentário:

Postar um comentário